Minhas Questões :   
Todas
Não resolvidas
Resolvidas (0)
Acertei (0)
Errei (0)
Questões por página

Já sou cadastrado

EMAIL  
SENHA

ESQUECI A SENHA

Total de questões encontradas ( 367156 )   
Questão Q367106            Acertos : 50 %        Erros : 50 %        Quantidade de usuário que responderam : 2
CADASTRO : 10 / 05 / 2020
Assunto : PROBABILIDADE

Em uma central de atendimento, cem pessoas

receberam senhas numeradas de 1 até 100. Uma das

senhas é sorteada ao acaso.

Qual é a probabilidade de a senha sorteada ser um

número de 1 a 20?

a )

b )

c )

d )

e )



Questão Q367105            Acertos : 33.33 %        Erros : 66.67 %        Quantidade de usuário que responderam : 3
CADASTRO : 10 / 05 / 2020
DISCIPLINA : PORTUGUÊS (ENEM)

Em junho de 1913, embarquei para a Europa a fim de me tratar num sanatório suíço. Escolhi o de Clavadel, perto de Davos-Platz, porque a respeito dele me falara João Luso, que ali passara um inverno com a senhora. Mais tarde vim a saber que antes de existir no lugar um sanatório, lá estivera por algum tempo Antônio Nobre. "Ao cair das folhas", um de seus mais belos sonetos, talvez o meu predileto, está datado de "Clavadel, outubro, 1895". Fiquei na Suíça até outubro de 1914 . BANDEIRA, M. Poesia completa e prosa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1985. No relato de memórias do autor, entre os recursos usados para organizar a sequência dos eventos narrados, destaca-se a

a )

construção de frases curtas a fim de conferir dinamicidade ao texto.

b )

presença de advérbios de lugar para indicar a progressão dos fatos.

c )

alternãncia de tempos do pretérito para ordenar os acontecimentos.

d )

inclusão de enunciados com comentários e avaliações pessoais.

e )

alusão a pessoas marcantes na trajetória de vida do escritor.



Questão Q367104            Acertos : 50 %        Erros : 50 %        Quantidade de usuário que responderam : 2
CADASTRO : 10 / 05 / 2020
DISCIPLINA : PORTUGUÊS (ENEM)
Assunto : MORFOLOGIA

2016_02_12_56bde272ab3d7.png


A rapidez é destacada como uma das qualidades do serviço anunciado, funcionando como estratégia de persuasão em relação ao consumidor do mercado gráfico. O recurso da linguagem verbal que contribui para esse destaque é o emprego

a )

do termo "fácil" no início do anúncio, com foco no processo.

b )

de adjetivos que valorizam a nitidez da impressão.

c )

das formas verbais no futuro e no pretérito, em sequência.

d )

da expressão intensificadora "menos do que" associada à qualidade.

e )

da locução "do mundo" associada a "melhor", que quantifica a ação.



Questão Q367103            Acertos : 50 %        Erros : 50 %        Quantidade de usuário que responderam : 2
CADASTRO : 10 / 05 / 2020
DISCIPLINA : PORTUGUÊS (ENEM)

Palavras jogadas fora

Quando criança, convivia no interior de São Paulo com o curioso verbo pinchar e ainda o ouço por lá esporadicamente. O sentido da palavra é o de "jogar fora" (pincha fora essa porcaria) ou "mandar embora" (pincha esse fulano daqui). Teria sido uma das muitas palavras que ouvi menos na capital do estado e, por conseguinte, deixei de usar. Quando indago às pessoas se conhecem esse verbo, comumente escuto respostas como "minha avó fala isso". Aparentemente, para muitos falantes, esse verbo é algo do passado, que deixará de existir tão logo essa geração antiga morrer.

As palavras são, em sua grande maioria, resultados de uma tradição: elas já estavam lá antes de nascermos. "Tradição", etimologicamente, é o ato de entregar, de passar adiante, de transmitir (sobretudo valores culturais). O rompimento da tradição de uma palavra equivale à sua extinção. A gramática normativa muitas vezes colabora criando preconceitos, mas o fator mais forte que motiva os falantes a extinguirem uma palavra é associar a palavra, influenciados direta ou indiretamente pela visão

normativa, a um grupo que julga não ser o seu. O pinchar, associado ao ambiente rural, onde há pouca escolaridade e refinamento citadino, está fadado à extinção?

É louvável que nos preocupemos com a extinção de ararinhas-azuis ou dos micos-leão-dourados, mas a extinção de uma palavra não promove nenhuma comoção, como não nos comovemos com a extinção de insetos, a não ser dos extraordinariamente belos. Pelo contrário, muitas vezes a extinção das palavras é incentivada. VIARO, M. E. Língua Portuguesa, n. 77, mar. 2012 (adaptado).

A discussão empreendida sobre o (des)uso do verbo "pinchar" nos traz uma reflexão sobre a linguagem e seus usos, a partir da qual compreende-se que

a )

as palavras esquecidas pelos falantes devem ser descartadas dos dicionários, conforme sugere o título.

b )

o cuidado com espécies animais em extinção é mais urgente do que a preservação de palavras.

c )

o abandono de determinados vocábulos está associado a preconceitos socioculturais.

d )

as gerações têm a tradição de perpetuar o inventário de uma língua.

e )

o mundo contemporâneo exige a inovação do vocabulário das línguas.



Questão Q367102            Acertos : 50 %        Erros : 50 %        Quantidade de usuário que responderam : 2
CADASTRO : 10 / 05 / 2020
DISCIPLINA : PORTUGUÊS (ENEM)

2016_02_12_56bde0bdf06ce.png


A escrita e a oralidade, nas diversas culturas,

cumprem diferentes objetivos. O fragmento aponta

que, nas sociedades indígenas brasileiras, a oralidade

possibilitou

a )

a conservação e a valorização dos grupos detentores de certos saberes.

b )

a preservação e a transmissão dos saberes e da memória cultural dos povos.

c )

a manutenção e a reprodução dos modelos estratificados de organização social.

d )

a restrição e a limitação do conhecimento acumulado a determinadas comunidades.

e )

o reconhecimento e a legitimação da importância da fala como meio de comunicação.